quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Oslo : Bela E Cosmopolita - Noruega

Centro Histórico

Ópera House
Exposição - Ópera House
Ópera House
Escultura de vidro
Vista da cidade da Ópera House

Vigeland Sculpture Park - Oslo


Esculturas representando as" diferentes fases da vida"




       Oslo é a capital da Noruega e a maior cidade. Ela é a capital das compras,oferece
  o que há de mais moderno. Possui bons museus e o parque Vigeland,com esculturas
  e belos jardins,um lugar para atividades físicas,para relaxar... Ficamos encantados
  com a Ópera House,uma verdadeira galeria de arte,com obras expostas do lado de
  fora do prédio e dentro, apresentações de números de ópera,com entrada franca ao
  público,no dia que lá estávamos.
      Na Oslo Central Station, pega-se o trem para Flam.  O primeiro trecho leva umas
  cinco horas e depois um trem histórico da Flamsbana para Myrdal.que percorre 1 hora
  e 30 minutos aproximados de uma paisagem incrível, retornando a Flam em seguida.
  Não nos esquecendo que os passeios para os Fiordes da Noruega começam de Flam,
  mas falarei sobre eles noutra oportunidade,pois merecem um destaque especial por
  sua impactante  beleza... Impossível descrevê-los com palavras!









sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Machu Picchu - A Incrivel Cidade Inca

Machu Picchu ,singnifica "Pico Velho"





Terraços agrícolas
Templo do Condor - Escultura da cabeça de um condor, peça central da prisão.


Templo das Três  Janelas - Grandiosas janelas trapezoidais
Setor Residencial


Templo Principal




Ampla área verde com as lhamas soltas
Praça Central -  Que separava os locais sagrados, da cidade
Intihuatana - "Ancoradouro do sol", usada pelos astrônomos incas
Templo das Três  Janelas
Sacristia -  Nichos bem esculpidos, talvez para objetos cerimoniais
Wayna Picchu -Taduzida por "Pico Jovem",pequena montanha atrás das ruínas
Templo  do Sol - talvez usado para fins astronômicos
Entrada Principal

      Essa cidade é do século 15,localizada a 2.430 m em um desfiladeiro acima do rio
  Urubamba .Considerada um centro político,religioso e administrativo,hoje há teorias
  de que era a base da realeza,projetada por Pachacutec,governante inca cujas as
  conquistas transformaram o império. Machu Pichu abrigou cerca 500 habitantes.
  A muralha é feita de pedras unidas sem argamassa,sua construção durou 50 anos
  e demandou milhares de trabalhadores.Uma maravilha arquitetônica que hoje
  custaria bilhões de dólares.  Para ser habitável foi necessário nivelar o solo e
  canalizar as águas das montanhas através de túneis de pedra e barreiras verticais,
  as quais facilitaram as culturas do  milho,batata e coca, O sistema de drenagem
  protegia a cidade das tempestades,  desviando a água para a irrigação e os telhados
  voltados para o leste ficando os terraços agrícolas com a máxima exposição ao sol.
  A cidade atrai vários tipos de turistas os aficionados por história,místicos.entre
  outros...mas fica a certeza da sua  importância. Envolta em névoa e cercada por
  uma vegetação exuberante,  a cidadela  inca de Machu Picchu  faz juz às grandes
  expectativas dos viajantes. As ruínas são mais visitadas entre 10h e 14h e nos
  meses de junho a agosto´para evitar multidões vá no inicio da manhã e no meio
  da semana.Só pode entrar até as 16h todos tem que sair até as 17h. Compre o
  ingresso em Cusco ou online para sua garantia. Leve um bom guia,será o
  suficiente,mas se preferir contrate um guia local no parque.










terça-feira, 1 de novembro de 2016

Lima - Inspira Pela Culinária E Pela Religião ...

Museo Larco

Museo Larco
Shopping Larcomar  debruçado sobre o Pacífico
Parque Reducto 2
Shopping Larcomar sobre as falésias em Miraflores
Centro Histórico
Plaza San Martín
Plaza das Armas
Catedral de Lima
Balcões Mouriscos
Malecon de La Reserva
Bairro de Miraflores sobre o Pacífico
Museo Larco
Casa da Gastronomia Peruana

Palacio del Gobierno

Malecon de La Reserva no Bairro de Miraflores
Iglesia de la Merced - (1541)
Vista do Pacífico
Parque Reducto 2
Café del Museo


     Lima é uma grande metrópole,erguida sobre uma longa costa de falésias,na
   arrebentação do Pacífico,ruidosos engarrafamentos e prédios  residenciais na
   mesma vizinhança de templos pré-colombianos.Mas ela também é sofisticada
   com uma civilização de origem milenar.Museus imponentes;galerias de arte de
   vanguarda;procissões religiosas que percorrem suas ruas desde o século 18;
   casa noturnas. Uma culinária construída há  mais de 400 anos.Lima é assim,
   envolta em muita história e prazeres estéticos. De abril a outubro você a
   encontrará encoberta por um nevoeiro conhecido como garúa. Uma implacável
   neblina que envolve a cidade dia após dia.Esse micro-clima sobrenatural tem
   sido fonte de muita inspiração literária. A menção mais   famosa dessa névoa
   está em Moby Dick,de Herman Melville,que visitou Lima  no século 19. É
   "a cidade mais estranha e mais triste que se pode ver",escreveu ele.Inúmeros
    escritores peruanos escreveram sobre a garúa,incluíndo Mário Vargas Llosa,
    premio Nobel de literatura em 2010,entre outros.
        Francisco Pizarro fundou a capital do império andino num porto da costa em
   pleno verão e provavelmente não sabia da constante neblina. Mas, Lima nos cativa
   com seu povo  hospitaleiro,pela linda cidade sobre as falésias e a sua culinária.A
   capital está repleta de opções  que vão do carrinho de rua a uma cozinha requintada.
   Os pratos são uma  fusão complexa das influências espanholas,indígenas,africanas
   e asiáticas(chinesa e japonesa).Por isso que algumas revistas apresentam Lima
   como"a próxima grande cidade  gastronômica".
        Não deixe de visitar o Museo Larco,numa mansão do séc.18,com uma das
    maiores coleção de cerâmicas de Lima. Foi fundada por Rafael Larco Hoyle em
    1926,colecionador e catalogador de tudo que é pré-colombiano. E, tomar um café
    ou almoçar  no Café del Museo ,voltado para um jardim íntimo de primaveras ,
    perfeito para um  ceviche e depois caminhar apreciando os incríveis jardins!
        Ficou a certeza de que voltaremos,o Peru é impactante e há muita coisa para
    se conhecer.